Contato: (45) 99901-7480

Educação

Alunos das escolas municipais de Marechal Rondon também irão receber kits da alimentação escolar

Pedidos referentes aos alunos do ensino 100% remoto devem ser feitos até segunda-feira, dia 19

Publicado

em

Como aconteceu há poucos dias com os alunos dos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), agora será a vez dos educandos matriculados nas escolas municipais (infantil 4º ao 5º ano).

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Serão dois kits diferentes. Um para os alunos que estão realizando as atividades de forma 100% remota, ou seja, que não estão indo para a escola, e outro kit para os alunos que estão realizando atividades no formato híbrido (uma semana na escola e outra em casa).

Os pais dos alunos que estão realizando as atividades de forma 100% remota, e que desejam receber o kit, devem fazer a solicitação no educandário onde o filho está matriculado, até segunda-feira, dia 19. Cada criança terá direito a um kit, mesmo que haja mais de uma criança por família, na escola.

O kit para os alunos do ensino 100% remoto será composto por 1 quilo de arroz, 1 quilo de carne, 1 pão (aprox. 800g); 4 unidades de frutas; 4 unidades de legumes e 1 pacote de polpa de fruta.

A princípio, a entrega dos kits será no paço municipal, no setor de merenda escolar, no dia 29 de abril.

Quanto aos alunos do ensino híbrido, todos receberão os kits, independente da vontade das famílias. Estes serão distribuídos nos dias 06 e 13 de maio e serão compostos por 4 unidades de frutas, 1 pão (aprox. 800g), 4 unidades de legumes e 1 pacote de polpa de fruta.

O Secretário de Educação, Fernando Volpato, destaca que em casos de dúvidas, os pais ou responsáveis pelos alunos devem entrar em contato pelo telefone 3284-8850, no setor de alimentação escolar.

Brasil

Exame tem o menor nº de inscritos em 16 anos e suspeitas de interferência

No total, 3.109.762 pessoas se inscreveram para essa edição da prova, menor número registrado desde 2005.

Publicado

em

Os candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 fazem neste domingo (21) o primeiro dia de provas. Serão 90 questões de múltipla escolha divididas entre linguagens, códigos e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias. Os estudantes têm ainda que fazer uma redação.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

No total, 3.109.762 pessoas se inscreveram para essa edição da prova, menor número registrado desde 2005. Houve ainda uma redução mais acentuada na participação de pretos, pardos e indígenas em comparação com a última edição da prova.

Os portões dos locais de prova foram fechados às 13h (horário de Brasília).

Queda de inscritos por raça no Enem 2021 — Foto: G1
Queda de inscritos por raça no Enem 2021 — Foto: G1

Entre as várias dificuldades enfrentadas pelos alunos na pandemia para se dedicarem aos estudos, o g1 ouviu relatos de estudantes que perderam os pais pela Covid, outros que não conseguiram se adaptar ao ensino à distância, outros, ainda, que tiveram que trabalhar para ajudar a família e muitos que não tiveram acesso a computador nem internet com qualidade.

Vale lembrar que a prova de linguagens vem com 5 questões de inglês e 5 de espanhol. No entanto, o candidato só deve responder àquelas referentes à língua estrangeira que ele escolheu no ato de inscrição e passar para o gabarito somente as alternativas correspondentes.

Considerando que a prova é aplicada simultaneamente para todos os candidatos seguindo o horário de Brasília e que alguns estados brasileiros possuem fusos horários diferentes, é preciso estar atento ao horário de abertura e fechamento dos portões.

Nos estados como Amazonas e Mato Grosso, cujo horário local tem uma hora a menos em relação ao horário de Brasília, a prova também será aplicada uma hora antes. Assim, o exame vai começar às 12h30 no horário local. No Acre, estado com duas horas a menos, a prova será aplicada às 11h30 no horário local.

Continue lendo

Educação

Professora é proibida de entrar na Secretaria de Educação de por causa de ‘roupa inadequada’

Tânia Maruska Petersen denunciou o caso após ser barrada por chefe de patrimônio da Secretaria Municipal de Educação. ‘Me senti humilhada e constrangida”, disse. Sindicato e SME lamentaram episódio.

Publicado

em

Tânia Maruska Petersen denunciou o caso após ser barrada por chefe de patrimônio da Secretaria Municipal de Educação. ‘Me senti humilhada e constrangida”, disse. Sindicato e SME lamentaram episódio.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Uma professora da rede municipal de ensino de Natal teve a entrada barrada na Secretaria Municipal de Educação com o argumento de que estava vestida com “uma roupa inadequada”. A proibição partiu do chefe de patrimônio da SME e de um segurança. A professora classificou a situação como um caso “típico de machismo”.

Professora Tânia Maruska Petersen denuncia que foi barrada em Secretaria Municipal de Educação por conta de vestido — Foto: Reprodução

“Em pleno século 21 é inadmissível que uma mulher seja julgada pela roupa que está usando. Principalmente porque o meu vestido não é inadequado. Fica claro que é mais um caso de machismo”, disse a professora Tânia Maruska Petersen ao g1.

O caso aconteceu na última quinta-feira (11) e foi denunciado pela educadora. Ela trabalha na Escola Municipal Zuleide Fernandes, onde é conselheira escolar. Ao g1, Tânia contou que esteve no local para resolver questões relativas ao trabalho e assinar documentos.

Quando eu cheguei a segurança disse que achava que eu não poderia entrar por causa da minha roupa e que iria acionar o chefe.

Ele já chegou dizendo que a roupa era inadequada. Eu perguntei quais eram os critérios, já que eu estava com um vestido normal, que eu já usei em outros dias de trabalho e já entrei em outros prédios públicos. Ele respondeu que existia uma portaria que explicava quais roupas não eram adequadas, que eu era uma educadora e que aquela não era roupa de uma educadora”, relatou.

Ela disse que se sentiu intimidada, constrangida e humilhada. “Meu vestido não era curto pra ser taxado de inadequado. Fiquei muito triste, envergonhada, foi uma situação vexatória. Eu sou uma excelente profissional. Eu estudo, invisto no meu trabalho, chego cedo, cumpro minhas atividades, e vou ser julgada pela roupa que eu uso?”, questionou.

Em nota, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (Sinte/RN) classificou o caso como “absurdo, inaceitável e lamentável. O Sindicato se solidariza com a professora e se compromete a lutar contra o machismo onde quer que ele esteja”.

A SME também se manifestou e informou que está apurando os fatos para tomar as devidas providências. “A SME-Natal lamenta o episódio e esclarece, que na ocasião a professora foi atendida na sequência em sua demanda pela diretora do Departamento de Administração Geral. A SME reafirma o respeito às professoras e professores, como também a qualquer cidadã ou cidadão que procura atendimento”.

Machismo

Para a professora Tânia, o constrangimento que ela passou é “retrato de uma sociedade patriarcal, machista e misógina”.

Ela ressaltou ainda que decidiu denunciar o caso para dar voz a outras mulheres.

“A gente denuncia, mas fica com receio de que venha alguma represália. Mas eu não poderia me calar, preciso dar voz a outras mulheres porque o feminismo ainda é tratado como ‘mimimi’, como tolice, por muita gente. Tratam como uma pauta supérflua e não é”.

“A violência é imposta todos os dias às mulheres, seja física, seja psicológica, quando temos nossos corpos sexualizados, objetificados. Eu não quero que outras mulheres passem por isso”.

Nota da SME na íntegra:

Sobre o episódio denunciado pela professora Tânia Maruska Petersen, a Secretaria Municipal de Educação de Natal está apurando os fatos para tomar as devidas providências. A SME-Natal lamenta o episódio e esclarece, que na ocasião a professora foi atendida na sequência em sua demanda pela diretora do Departamento de Administração Geral.

Na oportunidade, a SME-Natal reafirma o respeito às professoras e professores, como também, a qualquer cidadã ou cidadão que procura atendimento na sede da SME-Natal, no Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure), ao anexo no qual funciona o Departamento de Atenção ao Educando (DAE) e nas 146 unidades de ensino distribuídas pelas quatro regiões administrativas da cidade.

Por Augusto César Gomes e Fernanda Zauli, g1 RN

Continue lendo

Brasil

Inscrições para o Fies terminam às 23h59

Publicado

em

Termina hoje (30) às 23h59 o prazo de inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2021 no site do programa.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

O Fies oferece financiamento a estudantes em cursos superiores de instituições privadas com avaliação positiva pelo Ministério da Educação. O resultado será divulgado no dia 3 de agosto.

Pré-requisito

Para fazer a inscrição, o interessado deve ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e ter média das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos. O candidato não pode ter zerado a redação e deve ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.

Vagas

Os candidatos podem escolher até três opções de curso/instituição/turno, por ordem de preferência. Em 2021 o Fies teve a oferta total de 93 mil vagas. Nesta seleção do segundo semestre, estão disponíveis 69 mil vagas distribuídas em 23.320 cursos de 1.324 instituições privadas de ensino superior. A consulta pode ser feita na página do Fies.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o “Fale com a Ouvidoria” da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do MARECHAL AGORA.com.br pelo WhatsApp (45) 98842-8989

Continue lendo

Educação

Inscrições para o Fies do segundo semestre têm início amanhã

O resultado será divulgado no dia 03 de agosto.

Publicado

em

Foto: Marcello Casal Jr.

Começam nesta terça-feira (27) as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2021. Os candidatos interessados poderão efetuar a inscrição no portal do Fies entre até o dia 30 de julho.

CLICK AQUI E FAÇA PARTE DO NOSSO GRUPO DE WHATSAPP

Os estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010 poderão pleitear uma bolsa no programa de financiamento deste ano. Além disso, os estudantes deverão ter média mínima de 450 pontos e nota superior a zero na redação.

Cronograma

Inscrições27 a 30 de julho
Resultado dos pré-selecionados em chamada única3 de agosto
Prazo para complementação da inscrição dos pré-selecionados na chamada única4 a 6 de agosto
Lista de espera4 a 31 de agosto

Histórico

O Fies é um programa do Ministério da Educação (MEC) que tem por objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores particulares, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC e ofertados por instituições de educação superior privadas aderentes ao programa.

O novo Fies é um modelo de financiamento estudantil que divide o programa em diferentes modalidades, possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato. 

Por Agencia Brasil.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do MARECHAL AGORA.com.br pelo WhatsApp (45) 98842-8989

Continue lendo

Brasil

Inscrições para o Enem terminam na quarta-feira (14)

As provas digitais e impressas serão aplicadas em Novembro.

Publicado

em

Foto: Marcello Casal Jr.

Termina na próxima quarta-feira (14) o prazo para inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021. Os interessados em participar do certame, isentos ou não, devem acessar o site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para fazê-lo, na Página do Participante.

RECEBA NOTICIAS EM PPRIMEIRA MÃO VIA WHATSAPP: CLIQUE AQUI!!

A taxa de inscrição para os não isentos é de R$ 85. O pagamento deve ser feito por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança).

Provas

As provas do Enem 2021 serão aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro, tanto a versão digital quanto a impressa. As duas versões também terão a mesma estrutura de prova: quatro cadernos de questões e a redação.

Cada prova terá 45 questões de múltipla escolha, que, no caso do Enem Digital, serão apresentadas na tela do computador. Já a redação será realizada em formato impresso, nos mesmos moldes de aplicação e correção da versão em papel. Os participantes receberão folhas de rascunho nos dois dias.

No primeiro dia, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, e ciências humanas e suas tecnologias, além da redação. A aplicação regular terá cinco horas e 30 minutos de duração.

No segundo dia, as provas serão de ciências da natureza e suas tecnologias, e matemática e suas tecnologias. Nesse caso, a aplicação regular terá cinco horas de duração.

Por/ Agencia Brasil.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do MARECHAL AGORA.com.br pelo WhatsApp (45) 98842-8989.

Continue lendo

Educação

Sistema falha e alunos não conseguem fazer a Prova Paraná

O teste vai acontecer de forma online e impressa, incluindo a 4ᵃ série dos cursos técnicos integrados e da formação docente.

Publicado

em

Após problemas de acesso, o prazo para realização da Prova Paraná ou Diagnóstica foi prorrogado. A falha se deu devido a quantidade de acessos.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

O problema vem movimentando a internet e chegou a ser um dos assuntos mais comentados do Twitter.
Conforme informado pelo NRE (Núcleo Regional de Educação) de Cascavel, os colégios já foram informados pela Seed (Secretaria de Educação e Esporte) do Paraná sobre o fato.

Os alunos poderão responder o questionário até às 21h30 do dia 11 de junho, sexta-feira.
PROVA PARANÁA Avaliação Diagnóstica, ocorre para todos os alunos do 6° ano ao 9° ano do Ensino Fundamental e de todas as séries do Ensino Médio da rede estadual. A ferramenta vai verificar como foi o ensino/aprendizagem durante a pandemia.

O teste vai acontecer de forma online e impressa, incluindo a 4ᵃ série dos cursos técnicos integrados e da formação docente. Esta ação substitui temporariamente a Prova Paraná, que teve sua última edição em fevereiro de 2020.

Para participar da avaliação, o estudante que está no ensino remoto online deverá logar no Google Classroom e abrir o link disponível na data em “atividade do dia”. Este link vai direcioná-lo para a plataforma na qual será aplicada a avaliação, do CAED (Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação).

Para o 6° ano a avaliação é composta por 44 questões, sendo metade de Língua Portuguesa e metade de Matemática. Já para as demais séries são 52 questões – 26 de cada uma das disciplinas.

Continue lendo

Educação

Prefeitura e SENAI se unem para melhorar as atividades agrícolas

Conforme o documento assinado, serão disponibilizadas 120 horas para curso de eletricidade industrial para chiqueirões e aviários, para 20 participantes.

Publicado

em

Ato realizado na manhã desta terça-feira, dia 08, marcou a assinatura de um contrato de prestação de serviço entre a prefeitura e o Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAI), que garante a realização de cursos que objetivam fomentar o melhoramento das atividades agrícolas no interior do município.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Estiveram presentes o prefeito Marcio Rauber, secretário de Agricultura e Política Ambiental, Adriano Backes, diretor da pasta André Soffa, gerente da unidade SESI/SENAI de Marechal Rondon, Thiago D´Arisbo, e a coordenadora de Educação da unidade, Katia Seidel.

Conforme o documento assinado, serão disponibilizadas 120 horas para curso de eletricidade industrial para chiqueirões e aviários, para 20 participantes.

A capacitação abordará montagem de sistemas elétricos, utilização de ferramentas e equipamentos, dispositivos de proteção, comando e controle, segurança na montagem dos sistemas elétricos, entre outros. A data para as inscrições e o período de realização do curso ainda serão definidos.

Outras 160 horas serão utilizadas em curso de solda, com foco no aperfeiçoamento em processo de soldagem MIG-MAG.  Para este, serão abertas quatro turmas de 40 horas, cada, totalizando 64 alunos. A capacitação ocorrerá na unidade móvel do SENAI, que permanecerá por 10 dias no distrito de Margarida e 10 dias em Iguiporã. A previsão é de que o curso aconteça no mês de agosto.

 Inédito

Backes desatacou ser uma iniciativa inédita da Secretaria de Agricultura e Política Ambiental, que visa capacitar os agricultores, com o objetivo de gerar economia nas propriedades, já que os trabalhos poderão ser feitos pelos próprios produtores rurais.

“Precisamos capacitar os agricultores para que possam realizar os serviços em suas propriedades, gerando, desta forma, economia. É mais um estímulo para os jovens e um importante passo para que fiquem atentos às novas tecnologias”, enfatizou Backes.

Continue lendo

Educação

Mais 100 escolas estaduais retomaram aulas presenciais hoje

A rede estadual de ensino do Paraná tem 2,1 mil escolas e mais de 1 milhão de alunos.

Publicado

em

A Secretaria Estadual de Educação deu sequência hoje ao plano de retomada das atividades escolares de forma presencial  para mais  100 colégios estaduais.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

O governo não divulgou os nomes dos colégios, mas disse que a comunicação sobre o retorno para os pais e professores foi realizada pelas direções das escolas e pelos Núcleos Regionais de Educação por meio de telefone ou indo até as casas dos alunos.

A rede estadual de ensino do Paraná tem 2,1 mil escolas e mais de 1 milhão de alunos.

A maior parte destes estudantes está com aulas remotas desde março de 2020, por causa da pandemia.

O retorno das atividades presenciais é facultativo, ou seja, os pais e responsáveis pelos alunos podem escolher se enviarão os estudantes para escolas ou se irão mantê-los no ensino remoto.

Continue lendo

Covid-19

Covid-19 provoca fechamento de mais uma escola rondonense

A decisão foi motivada pela confirmação de casos de Covid-19, desta vez em dois profissionais que prestam serviço no educandário.

Publicado

em

Nesta sexta-feira (21), os secretários municipais de Educação, Fernando Volpato, e da Saúde, Marciane Specht, estiveram reunidos e decidiram pelo fechamento da Escola Municipal Júlia Wanderley, do distrito rondonense de Novo Horizonte.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

A decisão foi motivada pela confirmação de casos de Covid-19, desta vez em dois profissionais que prestam serviço no educandário.

A decisão levou em consideração a nota orientativa 03/2021, da Secretaria de Estado da Saúde (SESA). Após a análise dos casos, concluiu-se que houve ocorrência de confirmações de Covid-19 com vínculo epidemiológico da escola, ou seja, transmissão intraescolar. A volta à normalidade das aulas ocorrerá no dia 31 de maio.

Continue lendo

Educação

Educação confirma hoje quais escolas retomarão o ensino presencial na próxima semana

A secretaria já havia reduzido a meta de retorno no dia 24 para 600 escolas estaduais, abrangendo 40 mil alunos, mas agora cogita diminuir para 400 instituições.

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte deve definir até o final da tarde desta sexta-feira  o número de escolas estaduais que vão retomar as aulas presenciais na próxima segunda , dia 24.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Na semana passada, a meta da pasta era chegar a 50% da rede estadual de ensino, que tem aproximadamente 2.100  colégios e para  isso, cerca de 800 escolas se somariam às 200 que voltaram em formato híbrido no último dia 10.

Segundo Roni Miranda Vieira, diretor de educação da Seed, os decretos municipais com medidas restritivas de enfrentamento à pandemia de Covid-19 devem fazer com que o número seja bem menor do que o pretendido.

A secretaria já havia reduzido a meta de retorno no dia 24 para 600 escolas estaduais, abrangendo 40 mil alunos, mas agora cogita diminuir para 400 instituições.

Mesmo as 200 escolas de 15 NREs diferentes que haviam retornado no dia 10 já não estão todas com aulas presenciais, porque decretos municipais fecharam colégios em Guarapuava, União da Vitória e Ubiratã.

Com a devida cautela, a Secretaria de Estado da Educação deverá listar até o final da tarde de hoje os educandários paranaenses que retomarão as aulas presenciais a partir da próxima semana.

Continue lendo

Paulinho Lava Car

Previsão do tempo

Facebook

Termos de uso e responsabilidade

É proibido a reprodução de todo ou qualquer parte deste site sem autorização prévia, como determina a lei nº 9.610 de 19 de fevereiro/98.
Todo conteúdo aqui exposto, visa a informação, a imparcialidade e a transparência.