Contato: (45) 99901-7480

Marechal Rondon

Aterro de Marechal Rondon é cogitado para receber lixo de municípios vizinhos

Publicado

em

Em uma área de 13 hectares é possível caminhar tanto sobre a terra quanto sobre uma grama verdíssima sem nem desconfiar que a altura do solo se dá pelas toneladas de lixo que foram enterradas no local.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Essa é a realidade do aterro sanitário de Marechal Cândido Rondon, destino dos resíduos sólidos produzidos pelos mais de 53 mil rondonenses. No local são destinadas diariamente uma média de 26 toneladas de lixo.

Inaugurado em 2012, o aterro municipal foi projetado para 20 anos de uso. “Nos primeiros anos de sua operação aconteceu um encurtamento da sua vida útil devido à deficiência na compactação do material em decorrência da falta de equipamentos eficientes e falta de controle de entrada, permitindo a disposição de resíduos não compatíveis com os resíduos domiciliares.

Grande quantidade de resíduos recicláveis era destinada incorretamente, tanto pela falta de estruturação da coleta seletiva quanto pela baixa adesão da população, entre outros fatores”, relata o secretário municipal de Agricultura e Política Ambiental, Adriano Backes.

Apesar do começo com o “pé esquerdo”, a situação do aterro vem melhorando, de acordo com o dirigente da pasta, devido à operação eficiente, ao aumento significativo da reciclagem e à diminuição dos volumes aterrados mensalmente. “Estima-se que em nove anos de operação, o aterro sanitário tenha atingido aproximadamente 50% da sua capacidade, abaixo previsto”, enaltece.

Secretário de Agricultura e Política Ambiental, Adriano Backes: “Estima-se que em nove anos de operação, o aterro sanitário tenha atingido aproximadamente 50% da sua capacidade, abaixo das metas previstas” (Foto: Arquivo/OP)

INVESTIMENTOS

Para dar fluidez ao grande tráfego de caminhões de coleta de lixo que transitam pela Linha Neuhaus, a estrada de acesso ao aterro sanitário está recebendo pavimentação com pedras irregulares. “Por meio de convênio com a Itaipu Binacional e contrapartida do município, essa obra muito esperada está acontecendo. As melhores condições devem diminuir os custos com a manutenção da estrada e melhorar as condições de trafegabilidade dos caminhões da coleta e dos moradores da região”, avalia Backes.

CONSÓRCIO

Ele revela que a Itaipu tem sinalizado a possibilidade de um futuro convênio para investir na infraestrutura do aterro sanitário. “A condição é que Marechal Rondon se disponha a receber os resíduos dos municípios vizinhos na modalidade de consórcio. Técnicos rondonenses e do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) realizam estudos de viabilidade quanto a essa chance, que será apresentada em momento oportuno”, expõe.

Aterro rondonense pode receber resíduos sólidos de municípios da região em consórcio com a Itaipu: projeto está sendo analisado (Foto: O Presente)

RENDA JOGADA NO LIXO

Apesar das muitas iniciativas para incentivar a população a separar corretamente o lixo orgânico do reciclável, o secretário afirma que toneladas de resíduos vão para o aterro sem necessidade. “Marechal Rondon tem potencial de reciclagem de 250 toneladas de material por mês, mas atualmente recicla apenas 160 toneladas mensalmente, em média, considerando apenas os materiais com comercialização. Ou seja, estima-se que são aterradas indevidamente cerca de 90 toneladas de materiais recicláveis todos os meses”, mensura.

Além de um lixo “extra” para o aterro municipal, Backes diz que os resíduos descartados incorretamente deixam de contribuir para a renda de muitas famílias rondonenses. “Esses resíduos gerariam, caso não fossem aterrados, mais de R$ 60 mil em renda para as associações de catadores do município”, lamenta, lembrando que a separação dos materiais recicláveis é prevista na lei municipal 4.819/2015, tratando-se, portanto, de uma obrigação do munícipe. “A população tem papel primordial no aumento da reciclagem no município. Fazer a separação correta, lavar os materiais e disponibilizar nos dias e horários corretos ajuda muito na destinação ambientalmente correta dos resíduos recicláveis e aumento da vida útil do aterro sanitário”, frisa.

ACAN E COOPERAGIR

O desleixo de parte da população na separação de materiais recicláveis é um ponto contrastante à organização e trabalho prestado pelas entidades coletoras destes materiais em Marechal Rondon: a Associação de Catadores Amigos da Natureza (Acan) e a Cooperativa de Agentes Ambientais (Cooperagir). “Elas são responsáveis pela coleta e destinação dos resíduos recicláveis, sendo remuneradas conforme a produtividade. O município tem capacidade de investir na infraestrutura das associações, seja através de recursos próprios ou de fontes importantes, tais como o Ministério do Meio Ambiente, Fundação Nacional de Saúde (Funasa), governo estadual e Itaipu”, menciona o secretário.

Ele destaca que o município já recebeu vários prêmios em virtude do manejo de lixo reciclável. Entre eles o Prêmio Pró-Catador 2018 e o Prêmio Gestor Público Paraná 2020.

Cerca de 90 toneladas de resíduos poderiam ser recicladas, mas, por descarte incorreto da população, são depositados no aterro: esse volume poderia gerar R$ 60 mil em renda para as associações de catadores (Foto: O Presente)

AUMENTO DE 112%

Diariamente, são encaminhadas cerca de 5,3 toneladas de materiais para a reciclagem. “Há quatro anos esse número era de 2,5 toneladas, representando um significativo aumento de 112%. A renda dos catadores das associações aumentou de menos de um salário-mínimo em 2015 para uma média de R$ 1,8 mil por mês atualmente, além da geração de 30 novos postos de trabalho nas associações”, pontua Backes.

MARCO LEGAL

Aprovado pelo Congresso em julho do ano passado, o novo Marco Legal do Saneamento Básico foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro com 11 vetos. De acordo com o ministro de Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, há expectativas de que os vetos sejam votados ainda nesta semana. Para o município rondonense, que se destaca nas políticas ambientais, as normativas não trazem grandes mudanças, principalmente no que diz respeito ao destino do lixo sólido.

PROJETO DE COMPOSTAGEM DE RESÍDUOS ORGÂNICOS TEM PREVISÃO DE EXECUÇÃO EM 2021 

Sonho antigo da administração municipal, a implantação de um Pátio de Compostagem, anexo ao Horto Municipal, tem tudo para se tornar realidade neste ano. “O projeto está sendo feito pelo setor de planejamento e tem previsão de execução ainda em 2021”, informa o secretário de Agricultura e Política Ambiental, Adriano Backes.

Segundo ele, além de servir para a destinação de galhos triturados provenientes da manutenção da arborização urbana, da recolha anual e dos resíduos verdes encaminhados ao Ecoponto, corte de grama e varrição, outros resíduos poderão ser depositados no local. “Há previsão da coleta da fração orgânica nas repartições públicas na prefeitura, escolas e Cmeis (Centros Municipais de Educação Infantil) e porta a porta em um bairro-piloto”, explica.

Conforme Backes, o Pátio de Compostagem deve poupar a ocupação do aterro sanitário. “Estima-se que, quando em operação, deixarão de ser encaminhadas ao aterro cerca de 15 toneladas de resíduos orgânicos por mês, transformadas em compostagem. Esse quantitativo é inicial e será ampliado progressivamente em paralelo a programas de Educação Ambiental da população”, pontua, acrescentando que este é um projeto-piloto: “Está engatinhando”.

PRIMEIROS PASSOS

O governo municipal já adiantou a compra da máquina que mexerá o composto orgânico e outros materiais num investimento que soma R$ 481,6 mil. “Precisamos fazer o piso: são cerca de 200 metros quadrados com canaleta e drenagem, mas o projeto ainda não está pronto”, menciona. “É um projeto grandioso que trará mais vida útil ao aterro sanitário”, reforça.

O projeto de compostagem, de acordo com o secretário, vai beneficiar a produção de mudas no horto com adubo feito a partir do lixo orgânico, além de ser utilizado nos canteiros floridos espalhados pela cidade. “Cederemos também para a agricultura familiar por um preço acessível. Pode parecer um programa pequeno à primeira vista, mas a longo prazo é algo muito bom”, conclui.

Fonte: O Presente

Concurso

Provas objetivas ao concurso público da prefeitura de Marechal acontecem domingo

Os candidatos que realizarão as provas objetivas ao concurso público da prefeitura de Marechal Cândido Rondon, neste domingo, dia 23, na Unioeste e no Isepe Rondon devem estar atentos a alguns detalhes. Todos devem portar documento original de identidade com foto e caneta esferográfica transparente de tinta azul ou preta, sendo ainda permitido levar garrafa de água sem rótulo. O candidato que não estiver portando o documento de identidade não poderá fazer a prova.

Publicado

em

Os candidatos que realizarão as provas objetivas ao concurso público da prefeitura de Marechal Cândido Rondon, neste domingo, dia 23, na Unioeste e no Isepe Rondon devem estar atentos a alguns detalhes. Todos devem portar documento original de identidade com foto e caneta esferográfica transparente de tinta azul ou preta, sendo ainda permitido levar garrafa de água sem rótulo. O candidato que não estiver portando o documento de identidade não poderá fazer a prova.

Para os cargos de nível médio/técnico, as provas acontecerão no período matutino, com abertura dos portões às 7h30 e fechamento às 8h. O início das provas se dará às 8h10 e o término às 12h10. Já para os cargos de níveis fundamental e superior, as provas serão realizadas no período vespertino, com abertura dos portões às 13h30 e fechamento às 14h. As provas acontecerão das 14h10 às 18h10.

Os candidatos com as inscrições homologadas ficam convocados a comparecer ao seu local de prova com antecedência mínima de 30 minutos.

As candidatas lactantes farão a prova em ensalamento normal. Elas devem levar um acompanhante adulto no dia da aplicação da prova objetiva, sob pena de serem impedidas de realizar a prova. A pessoa acompanhante ficará responsável pela guarda do lactente (a criança) em sala reservada para amamentação.

Os candidatos que solicitaram atendimento especial foram atendidos e realizarão sua prova em salas especiais.

A prova objetiva será realizada com duração máxima de quatro horas, incluído o tempo para redação, assinatura e preenchimento do cartão de respostas.

Após transcorridos 60 minutos, o candidato poderá retirar-se do local de realização da prova objetiva levando consigo o caderno de provas, que contém cópia do gabarito.

O ensalamento, assim como outros documentos referentes ao concurso, podem ser acessados clicando no link clicando aqui.

Continue lendo

Apreensão de drogas

Casal é preso pela ROTAM por tráfico de drogas em Marechal Rondon

Policiais da ROTAM prenderam um casal em flagrante por tráfico de drogas na noite de quinta-feira (20), no bairro Higienópolis, em Marechal Cândido Rondon. Durante a ação, foram apreendidos mais de 857 gramas de maconha, um pé da planta cultivado com infravermelho, além de itens utilizados para o tráfico.

Publicado

em

Polícia Militar

Policiais da ROTAM prenderam um casal em flagrante por tráfico de drogas na noite de quinta-feira (20), no bairro Higienópolis, em Marechal Cândido Rondon. Durante a ação, foram apreendidos mais de 857 gramas de maconha, um pé da planta cultivado com infravermelho, além de itens utilizados para o tráfico.

A equipe realizava patrulhamento ostensivo quando avistou um indivíduo em atitude suspeita em frente a uma residência. Ao perceber a presença dos policiais, o homem tentou retornar para dentro da casa correndo, o que gerou a fundada suspeita.

Na abordagem, os policiais encontraram com o indivíduo uma porção de maconha pronta para a venda. Ao ser questionado sobre a existência de mais drogas na residência, ele confirmou que havia mais dois tabletes na cozinha.

Nas buscas no interior da casa, a equipe localizou os tabletes de maconha, além de um pé da planta cultivado com a utilização de lâmpadas de infravermelho, plástico filme para embalar o entorpecente e balanças de precisão.

Diante das provas, o casal foi preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e encaminhado, juntamente com todo o material apreendido, para a Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

Por Ponto da Notícia

Continue lendo

Marechal Rondon

Motorista tenta ludibriar PM e acaba preso por embriaguez ao volante em Marechal Rondon

Na noite de quinta-feira (20), por volta das 21h03, a Polícia Militar (PM) prendeu um homem em estado de embriaguez ao volante em Marechal Cândido Rondon. O fato ocorreu no bairro Frankfurt, durante patrulhamento rotineiro.

Publicado

em

Na noite de quinta-feira (20), por volta das 21h03, a Polícia Militar (PM) prendeu um homem em estado de embriaguez ao volante em Marechal Cândido Rondon. O fato ocorreu no bairro Frankfurt, durante patrulhamento rotineiro.

A equipe policial abordou o veículo Ford Fiesta vermelho, conduzido por homem que os policiais tinham conhecimento da embriguez do mesmo, uma vez que ele já havia feito ameaças e danificado objetos em um estabelecimento comercial.

Ao observar sinais de embriaguez, como andar cambaleante, odor etílico e fala desconexa, os policiais ofereceram o teste do etilômetro, mas o motorista recusou-se a realizá-lo.

Diante da recusa e dos indícios de embriaguez, a PM deu voz de prisão ao indivíduo, que apresentou comportamento alterado e agressivo. Na consulta ao sistema Sesp Intranet, foi constatado que o condutor não possuía CNH e o veículo estava com o licenciamento vencido.

O Ford Fiesta foi removido ao pátio do Detran e o motorista foi conduzido à delegacia de polícia. Lá, ele finalmente concordou em realizar o teste do bafômetro, que apontou teor de 0,74 mg/l de álcool no sangue, acima do limite legal de 0,33 mg/l.

De acordo com a PM, na primeira ocorrência , na qual o homem havia feito ameaças e danificado objetos em um estabelecimento comercial, a equipe tomou conhecimento das condições físicas e psíquicas do condutor e o havia orientado a solicitar a condução do veículo por pessoa habilitada, mas ele tentou ludibriar os policiais, sendo detido pouco depois dirigindo carro.

Por Ponto da Notícia

Continue lendo

Marechal Rondon

Homem é detido após agredir ex-mulher, em Marechal Rondon

Na noite de quinta-feira, (20), a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica na Rua da Rosas, bairro Higienópolis, em Marechal Cândido Rondon.

Publicado

em

Na noite de quinta-feira, (20), a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica na Rua da Rosas, bairro Higienópolis, em Marechal Cândido Rondon.

Segundo os relatos da vítima à PM, seu ex-companheiro foi até sua casa para pegar alguns aparelhos de internet. Ao chegar na residência, a mulher e o homem discutiram. Durante a discussão, o ex agrediu a mulher, causando lesões em seu braço esquerdo. A vítima também relatou que D a apertou no pescoço.

O homem, por sua vez, confirmou a ida à casa da ex-mulher para pegar os aparelhos de internet, mas disse que a empurrou após ela ter fechado a porta, causando as lesões.

O ex-marido foi detido pela Polícia Militar e encaminhado para a 47ª Delegacia Regional de Polícia.

Por Marechal Agora

Continue lendo

Furto

Ladrão arromba casa e furta celular em Marechal

Ontem (20), por volta do meio-dia, um furto foi registrado em uma residência na Rua do Cedro, bairro Primavera, em Marechal Cândido Rondon.

Publicado

em

Ontem (20), por volta do meio-dia, um furto foi registrado em uma residência na Rua do Cedro, bairro Primavera, em Marechal Cândido Rondon.

A vítim relatou à Polícia Militar que ao chegar em casa, percebeu que a porta da frente havia sido arrombada. Ao entrar na residência, constatou o furto de um celular Xiaomi de cor azul.

A equipe da 2ª Companhia do 19º Batalhão de Polícia Militar realizou buscas região, mas o autor do crime não foi localizado. O caso foi registrado e encmainhado à Polícia Civil.

Por Marechal Agora

Continue lendo

Furto

Carro furtado é recuperado pela Polícia Militar na Linha Guará

Na manhã de quinta-feira (20), por volta das 7h, uma equipe da Polícia Militar de Marechal Cândido Rondon foi acionada para atender a uma ocorrência na Linha Guará, próximo à BR-163.

Publicado

em

Na manhã de quinta-feira (20), por volta das 7h, uma equipe da Polícia Militar de Marechal Cândido Rondon foi acionada para atender a uma ocorrência na Linha Guará, próximo à BR-163.

No local, os policiais constataram a presença de um veículo Ford Escort obstruindo a via pública.

Ao verificar os registros, a equipe policial descobriu que o carro havia sido furtado na noite anterior, dia 19 de junho.

Diante da situação, foi solicitado o apoio de um guincho para remover o veículo até a Delegacia de Polícia Civil de Marechal Cândido Rondon.

Por Marechal Agora

Continue lendo

Agricultura

Marechal Cândido Rondon é o 6º município do estado com maior produção agrícola

O governo do estado, através do DERAL (Departamento de Economia Rural da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento), divulgou na quarta-feira (19) a versão preliminar do levantamento da produção rural paranaense por município, referente ao ano de 2023. Mais uma vez, Marechal Cândido Rondon alcançou destaque entre os 399 municípios paranaenses, obtendo a 6ª colocação no estado, com R$ 2.244.185.087,82 em valor bruto de produção (VBP).

Publicado

em

Divulgação

O governo do estado, através do DERAL (Departamento de Economia Rural da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento), divulgou na quarta-feira (19) a versão preliminar do levantamento da produção rural paranaense por município, referente ao ano de 2023. Mais uma vez, Marechal Cândido Rondon alcançou destaque entre os 399 municípios paranaenses, obtendo a 6ª colocação no estado, com R$ 2.244.185.087,82 em valor bruto de produção (VBP).

O destaque no município é a produção de suínos, com mais de R$ 800 milhões em produção; frango de corte, com R$ mais de R$ 533 milhões; soja, com R$ mais de R$ 200 milhões; silagem de milho, com R$ quase 180 milhões; leite, com mais de R$ 153 milhões; milho, com quase R$ 130 milhões; e tilápia, com mais de R$ 66 milhões.

Em relação a 2022, Marechal Cândido Rondon conquistou um aumento considerável de mais de R$ 200 milhões em produção, já que no ano anterior o número foi de R$ 2.042.885.535,45.

Em 2023 o município que está no topo é Toledo, com R$ 4.592.013.664,21 seguido de Castro, com R$ 3.907.757.408,25; Cascavel, com R$ 3.810.423.495,67; Santa Helena, com R$ 2.508.356.885,13; e Guarapuava, com R$ 2.477.491.080,79.

O Valor Bruto da Produção é um índice de frequência anual, calculado com base na produção agrícola municipal e nos preços recebidos pelos produtores paranaenses. Engloba produtos da agricultura, da pecuária, da silvicultura, do extrativismo vegetal, da olericultura, da fruticultura, de plantas aromáticas, medicinais e ornamentais, da pesca, etc.

Por Assessoria

Continue lendo

Marechal Rondon

Ex-conselheiras tutelares de Marechal Rondon são condenadas sobre caso do bebê morto pelos pais

Duas ex-conselheiras tutelares de Marechal Cândido Rondon foram condenadas por omitirem informações que poderiam ligá-las a eventual responsabilidade pela morte de um bebê ocorrido na cidade.

As conselheiras, à época, foram denunciadas pelo Ministério Público por omitirem informações sobre atendimentos a um bebê de três meses que teria sido assassinado pelos pais em Marechal Cândido Rondon.

O bebê morreu em dezembro de 2022. Os pais foram presos após laudo do Instituto Médico-Legal (IML) identificar lesões e traumatismo no rosto da vítima. No ano passado, o Tribunal do Júri condenou o casal por homicídio qualificado.
De acordo com o promotor Caio Di Rienzo, as conselheiras tentaram omitir uma possível falha na atuação ao não realizarem a visita na casa onde havia a denúncia de que a criança recém-nascida estava em situação de risco.

Di Rienzo afirma ainda que as conselheiras foram contatadas por uma vizinha da criança em setembro de 2022, cerca de dois meses antes do assassinato.

As denunciadas foram condenadas por falsidade ideológica agravada pelo fato de ostentarem função pública.

Segundo Di Rienzo, as conselheiras teriam ido até a casa onde a família morava duas vezes, uma em setembro e outra em novembro.

Porém, após a morte do bebê, as funcionárias públicas incluíram em documento público que os dois atendimentos teriam acontecido em setembro.

As duas ex-conselheiras foram condenadas a um ano, quatro meses e dez dias de reclusão em regime aberto, além de multa, sendo a pena convertida em prestação de serviços à comunidade.

Dessa condenação cabe ainda recurso ao Tribunal de Justiça.

Publicado

em

Divulgação

Duas ex-conselheiras tutelares de Marechal Cândido Rondon foram condenadas por omitirem informações que poderiam ligá-las a eventual responsabilidade pela morte de um bebê ocorrido na cidade.

As conselheiras, à época, foram denunciadas pelo Ministério Público por omitirem informações sobre atendimentos a um bebê de três meses que teria sido assassinado pelos pais em Marechal Cândido Rondon.

O bebê morreu em dezembro de 2022. Os pais foram presos após laudo do Instituto Médico-Legal (IML) identificar lesões e traumatismo no rosto da vítima. No ano passado, o Tribunal do Júri condenou o casal por homicídio qualificado.
De acordo com o promotor Caio Di Rienzo, as conselheiras tentaram omitir uma possível falha na atuação ao não realizarem a visita na casa onde havia a denúncia de que a criança recém-nascida estava em situação de risco.

Di Rienzo afirma ainda que as conselheiras foram contatadas por uma vizinha da criança em setembro de 2022, cerca de dois meses antes do assassinato.

As denunciadas foram condenadas por falsidade ideológica agravada pelo fato de ostentarem função pública.

Segundo Di Rienzo, as conselheiras teriam ido até a casa onde a família morava duas vezes, uma em setembro e outra em novembro.

Porém, após a morte do bebê, as funcionárias públicas incluíram em documento público que os dois atendimentos teriam acontecido em setembro.

As duas ex-conselheiras foram condenadas a um ano, quatro meses e dez dias de reclusão em regime aberto, além de multa, sendo a pena convertida em prestação de serviços à comunidade.

Dessa condenação cabe ainda recurso ao Tribunal de Justiça.

Por O Presente

Continue lendo

Marechal Rondon

Lançamento da Expo Rondon 2024 ocorre nesta sexta-feira

Na abertura da programação, dia 24, se apresentará a banda Jota Quest. No dia 25, quinta-feira, o show será com a dupla sertaneja Zé Neto e Cristiano. Na sexta-feira, dia 26, será a vez da dupla sertaneja César Menotti & Fabiano. Já no sábado, dia 27, haverá duas apresentações: Traia Véia e Manu Bahtidão.

Publicado

em

Divulgação

A Expo Rondon 2024, evento que celebrará os 64 anos de emancipação de Marechal Cândido Rondon, será lançada nesta sexta-feira (21), em ato programado para as 7h30, na Acimacar (Associação Comercial e Empresarial). A Expo Rondon acontecerá de 24 a 28 de julho, no parque de exposições.

Com as presenças de autoridades, patrocinadores, apoiadores, convidados e da imprensa local e regional, ocorrerá a apresentação da programação detalhada da festividade, o que contempla as atrações artísticas da Casa Cultural, o setor gastronômico, o rodeio, shows, parque de diversões, além da Expomar e de demais feiras.

Na abertura da programação, dia 24, se apresentará a banda Jota Quest. No dia 25, quinta-feira, o show será com a dupla sertaneja Zé Neto e Cristiano. Na sexta-feira, dia 26, será a vez da dupla sertaneja César Menotti & Fabiano. Já no sábado, dia 27, haverá duas apresentações: Traia Véia e Manu Bahtidão.

No domingo, dia 28, será a Festa Nacional do Boi no Rolete, ponto-alto dos festejos. A partir das 18h, haverá o culto ecumênico em agradecimento aos 64 anos do município, no estádio municipal, seguido pelo show com Rosa de Saron.

O convite ao lançamento da Expo Rondon é estendido pelo prefeito Marcio Rauber, pelo vice Ilario Hofstaetter (Ila), pelo presidente da CCO (Comissão Central Organizadora), Anderson Loffi, pelo diretor-presidente da PROEM (Fundação Promotora de Eventos), Tioni Oliveira, e pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Vanderlei Sauer.

Assessoria

Continue lendo

Acidente

Acidente na Avenida Maripá deixa motociclista ferido

Um acidente de trânsito foi registrado por volta das 9 horas desta quinta-feira (20), na Avenida Maripá, esquina com a Rua Paraná, no centro de Marechal Cândido Rondon, envolvendo uma caminhonete S10 e uma motocicleta.

Publicado

em

Sandro Mesquita/O Presente

Um acidente de trânsito foi registrado por volta das 9 horas desta quinta-feira (20), na Avenida Maripá, esquina com a Rua Paraná, no centro de Marechal Cândido Rondon, envolvendo uma caminhonete S10 e uma motocicleta.

O condutor da moto teria colidido na traseira da S10. Com o impacto, ele foi ao chão. Minutos depois, o Corpo de Bombeiros chegou ao local e prestou os primeiros socorros.

O motociclista estava consciente e, aparentemente, machucou a perna. Ele foi encaminhado para atendimento na UPA.

Por O Presente

Continue lendo

CASA DAS BATERIAS

Previsão do tempo

Facebook

Termos de uso e responsabilidade

É proibido a reprodução de todo ou qualquer parte deste site sem autorização prévia, como determina a lei nº 9.610 de 19 de fevereiro/98.
Todo conteúdo aqui exposto, visa a informação, a imparcialidade e a transparência.