Contato: (45) 99901-7480

Coronavirus

Novo estudo descarta elo entre tipo sanguíneo e a incidência de Covid

Artigo publicado em junho de 2020 sugeriu que pessoas com sangue tipo A eram mais propensas a ter a forma grave da doença, enquanto aqueles com tipo O eram menos propensos.

Publicado

em

Uma investigação feita com mais de 100 mil pessoas nos Estados Unidos demonstrou que não há relação entre o tipo sanguíneo e a suscetibilidade ou não em contrair a Covid-19. Pesquisas anteriores apontam que pessoas com tipo sanguíneo A eram mais suscetíveis ao vírus.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

O estudo, publicado no The Journal of the American Medical Association, utilizou a base de dados de 24 hospitais e 215 clínicas de três estados americanos (Utah, Nevada e Idaho) associados ao Intermountain Healthcare, um sistema de saúde sem fins lucrativos.

A investigação foi liderada por pesquisadores da Universidade de Stanford, Escola de Medicina de Utah e do Instituto do Coração do Centro Médico Intermountain.

Existem quatro tipos principais de sangue: A, B, AB e O. Para investigar a suscetibilidade e severidade da Covid-19 no sangue, os pesquisadores analisaram amostras de 107.796 indivíduos diferentes que realizaram teste PCR nos hospitais e clínicas pertencentes a Intermountain. Em casos de múltiplos testes, os especialistas levaram em consideração apenas o primeiro teste com resultado positivo ou negativo dos participantes.

Para analisar a associação entre o grupo sanguíneo ABO e a incidência da doença, foram comparados amostras sanguíneas de testes que deram positivo e negativo para a presença de Covid. Entre os positivos, foram feitas análises entre as amostras de pacientes hospitalizados e não hospitalizados, assim como os pacientes que estavam ou não na UTI.

Em julho de 2020, o jornal científico “New England Journal of Medicine” publicou um estudo que sugeria que aqueles que tinham sangue tipo A eram mais propensos a ter a forma grave da doença, enquanto aqueles com tipo O eram menos propensos. Um estudo chinês, publicado em maio do mesmo ano, já havia sugerido essa relação.

A base de dados utilizada nos estudos anteriores difere da investigação atual. Cientistas na Itália, Espanha, Dinamarca, Alemanha, entre outros países, compararam cerca de 2 mil pacientes em estado grave de Covid-19 com milhares de outras pessoas saudáveis ou que apresentavam apenas sintomas leves ou inexistentes.

Segundo os pesquisadores, os estudos anteriores podem ter chegado a diferentes conclusões devido ao “tamanhos de amostra menores e a natureza retrospectiva e observacional”.

O grupo também defende que o “gene ABO é altamente polimórfico e os grupos sanguíneos ABO são distribuídos de forma diferente entre ancestrais e geografias”, o que explicaria a incidência maior de um tipo sanguíneo em uma determinada região.

Tipo sanguíneo não afeta nas chances de contaminação

De acordo com o estudo, os pesquisadores não identificaram quaisquer relação entre o tipo sanguíneo e as chances de contrair a Covid-19, assim como também foram eliminadas as hipóteses de o fator agravaria a severidade da doença.

“O tipo sanguíneo não foi associado à suscetibilidade ou gravidade da doença, incluindo positividade viral, hospitalização ou admissão na UTI”, afirmam os autores no estudo.

Resultados evidenciaram que, comparado com o sangue do tipo O, o tipo A não foi associado ao aumento da positividade viral, hospitalização ou admissão na UTI. “Da mesma forma, os tipos B e AB não foram associados a resultados piores do que o tipo O.”

Homens são maioria entre os contaminados pela Covid

Apesar de não ter sido identificada relação entre o grupo sanguíneo ABO e a Covid, outras características demográficas ficaram em evidência após a análise.

A maioria dos indivíduos testados foram mulheres. Ao todo, elas representam 76,9% da base de dados. Entre os pacientes com Covid, entretanto, os homens são os mais hospitalizados (50,1%) e também entre os casos de internação nas UTIs (61,8%).

A idade média entre os pacientes hospitalizados foi de 57 anos e nas UTIs, 60 anos.

Fonte: Portal G1

Boletim diário

Mais um óbito por Covid-19 é confirmado em Marechal

Ao todo o município soma nesta segunda-feira(08), 156 óbitos pelo vírus.

Publicado

em

Foto: Divulgação

Ao todo o município soma nesta segunda-feira(08), 156 óbitos pelo vírus.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Trata-se de um paciente do sexo masculino, com idade de 76 anos. Teve o início dos sintomas no dia 03 de novembro, sendo esses hipossaturação, febre, náusea, fraqueza, dor torácica, diarreia, dor muscular, calafrios e dificuldade respiratória.

Foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no dia 06/11, sendo coletado o exame no dia seguinte(07) e positivado para Covid-19. Sendo o paciente transferido para tratamento a um hospital em Palotina, onde veio a falecer no dia 08/11.

O idoso tinha como comorbidades: Neoplasia, doença pulmonar, insuficiência cardíaca e hipertensão.

Marechal Rondon possui 34 casos ativos de acordo com o boletim diário, onde 32 pessoas encontram-se em isolamento domiciliar, 1 pessoa está internada na UTI e outra internada na UPA/hospitais/enfermaria.

Continue lendo

Coronavirus

Rondonenses de 13 a 17 anos recebem neste sábado a primeira dose contra a Covid

Quem tiver alguma comorbidade, deficiência permanente, gestante ou puérpera, deverá apresentar também uma declaração médica atestando tal condição.

Publicado

em

Também haverá aplicação da terceira dose nos idosos com 60 anos ou mais vacinados com a segunda dose em um intervalo superior a seis meses.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

A Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon divulga o cronograma de vacinação contra a Covid-19 elaborado para públicos distintos, estabelecido para este sábado (30).

Adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidade e/ou deficiência permanente, gestantes e puérperas da mesma faixa etária, bem como adolescentes de 13 a 17 anos sem comorbidade ou deficiência recebem a primeira dose da vacina.

Está definido que a aplicação da primeira dose ocorrerá das 8h às 13h, no café colonial. Serão disponibilizadas 400 doses. Por serem menores de idade, os interessados devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis legais.

Será preenchido e assinado um termo de consentimento. Na impossibilidade dos pais ou responsáveis acompanharem o menor, o documento poderá ser retirado no Setor de Epidemiologia, assinado e ter firma reconhecida em cartório.

Para ser imunizado, cada adolescente deverá portar documentos pessoais, cartão SUS e carteira de vacinação (se tiver). Quem tiver alguma comorbidade, deficiência permanente, gestante ou puérpera, deverá apresentar também uma declaração médica atestando tal condição.

Terceira dose

No mesmo horário, das 8h às 13h, porém, na estação rodoviária, haverá aplicação da terceira dose para idosos com 60 anos ou mais, que receberam a segunda dose em um intervalo superior a seis meses. Estarão disponíveis 400 doses. Todos devem estar munidos de documentos pessoais, e da carteira de vacinação para comprovar as duas primeiras doses.

Continue lendo

Campanha

Alterado cronograma de vacinação em Marechal Rondon

Por um erro da Secretaria Municipal de Saúde na divulgação dos dados, houve a informação incorreta sobre a disponibilidade de vacinas da marca Coronavac.

Publicado

em

Nesta sexta-feira(10) haverá aplicação exclusiva da vacina da marca AstraZeneca/Recombinante, das 16h ás 20h na estação rodoviária e no parque de exposições

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Por um erro da Secretaria Municipal de Saúde na divulgação dos dados, houve a informação incorreta sobre a disponibilidade de vacinas da marca Coronavac.

De acordo com o Departamento de Comunicação da prefeitura de Marechal Cândido Rondon, a Secretaria de Saúde só se deu conta do erro próximo das 20h desta quinta-feira (09). Por isso, quem se programou para tomar a vacina da Coronavac deve aguardar um novo comunicado.

Esclarecendo, nesta sexta-feira (10) haverá aplicação exclusiva da segunda dose da vacina da marca Astrazeneca/Recombinante para aqueles que tomaram a primeira dose há 84 dias ou mais. A vacina será disponibilizada das 16h às 20h, na estação rodoviária e no parque de exposições.

nvie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do MARECHAL AGORA.com.br pelo WhatsApp (45) 98842-8989.

Continue lendo

Coronavirus

Marechal Rondon confirma o 137º óbito por Covid-19

Mais um óbito foi contabilizado para Marechal Rondon, em decorrência da Covid-19. Ao todo o município conta 137 falecimentos por conta da doença.

Publicado

em

Nesta quinta-feira(09), Marechal Rondon contabiliza o óbito de número 137, em decorrencia da Covid-19.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

A idosa de 76 anos teve os sintomas iniciais de tosse, fraqueza, coriza, vômito, diminuiçao de olfato e paladar, dificuldade respiratória, dor de cabeça e muscular no dia 22/08.

Procurou atendimento médico na UPA de Marechal Rondon no dia 27/08 e neste mesmo dia realizou o teste para Covid-19 RT-PCR, que resultou como positivo no dia 31/08. Antes da confirmação do teste, no dia 28/08, a paciente foi transferida para o Hospital Moacir Micheletto em Assis Chateaubriand.

Foi encaminhada posteriormente para o Hospital do Coraçao em Cascavel, onde veio a óbito no dia 07/09. A rondonense tinha como comorbidades doença cardiovascular, obesidade, hipertensão e diabetes.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do MARECHAL AGORA.com.br pelo WhatsApp (45) 98842-8989.

Continue lendo

Auxílio emergencial

Trabalhadores nascidos em maio podem sacar auxílio emergencial

Saques podem ser feitos nas agências da Caixa.

Publicado

em

Foto: Marcello Casal Jr.

Os trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em maio podem sacar ou transferir, a partir de hoje (9), a quinta parcela do auxílio emergencial 2021.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui.

As agências da Caixa abrem as portas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h. Não é preciso madrugar ou chegar antes do horário de abertura. Todas as pessoas que procurarem atendimento durante o horário de funcionamento serão atendidas.

Os recursos também poderão ser transferidos para uma conta-corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro só podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante sete meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Regras

Pelas regras estabelecidas, o auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até dezembro de 2020, pois não há nova fase de inscrições. Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso, seja a parcela paga no programa social, seja a do auxílio emergencial.

O programa se encerraria com a quarta parcela, depositada em julho e sacada em agosto, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para o benefício.

A Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do MARECHAL AGORA.com.br pelo WhatsApp (45) 98842-8989.

Por Agencia Brasil.

Continue lendo

Coronavirus

No Paraná, mais de 7 milhões já iniciaram a imunização contra a Covid-19

81,97% dos paranaenses acima de 18 anos já receberam a primeira dose ou dose única. No total, o Paraná já aplicou 9.676.145 vacinas contra a Covid-19, das quais 6.836.083 foram primeiras doses, 2.527.240 segundas doses e 312.822 doses únicas. 2.840.062 pessoas já finalizaram a imunização, o equivalente a 32,57% da população vacinável.

Publicado

em

VACINA

Após ultrapassar a meta de imunizar 80% dos paranaenses acima de 18 anos com duas semanas de antecedência, o Paraná alcançou nesta sexta-feira (20) o marco das 7 milhões de pessoas que já iniciaram seu esquema vacinal contra a Covid-19, seja com a primeira dose ou com dose única. Dos 8.720.953 paranaenses que fazem parte da população vacinável (acima de 18 anos), 7.148.905 já receberam a D1 ou DU – o equivalente a 81,97% dos adultos.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

No total, o Estado já aplicou 9.676.145 vacinas contra a Covid-19. Destas, 6.836.083 foram primeiras doses, 2.527.240 segundas doses e 312.822 doses únicas. Além disso, 2.840.062 pessoas já finalizaram a imunização – número que corresponde a 32,57% dos vacináveis.

As informações são do Vacinômetro do Sistema Único de Saúde (SUS), que apresenta os dados obtidos na Rede Nacional de Dados de Saúde (RNDS) do Ministério da Saúde.

O secretário estadual de Saúde, Beto Preto, afirma que o Paraná avança no cumprimento das metas estabelecidas, que preveem a vacinação de 100% dos paranaenses adultos até o fim de setembro.

“Já batemos a meta dos 80% e agora avançamos para os 100%, com mais de 7 milhões de paranaenses que já receberam uma dose de vacina no braço”, disse. Segundo ele, é importante reforçar a importância de completar o ciclo vacinal: são as duas doses que garantem a imunização completa, o que realmente vai proteger as pessoas. “E, com relação à segunda dose, também estamos cumprindo o planejamento, com vacinas garantidas dentro do prazo”, destacou.

A ideia é que, concluída a imunização da população adulta, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) possa focar também na vacinação de crianças e adolescentes entre 12 e 17 anos. Atualmente, apenas o imunizante produzido pela Pfizer/BioNTech foi autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicação nesta faixa etária.

PERFIL – A população adulta em geral foi o grupo mais imunizado com D1 ou DU: 3.584.930 pessoas. O Paraná é o quarto estado do Brasil em maior número de pessoas deste grupo imunizadas, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Dos grupos prioritários, os que mais iniciaram o ciclo vacinal foram as pessoas com comorbidades (567.495 pessoas), pessoas de 60 a 64 anos (525.334), trabalhadores da saúde (468.994), pessoas de 65 a 69 anos (427.135) e de 70 a 74 anos (308.051). Além disso, as mulheres são maioria entre os imunizados: representam 53,2% dos que já receberam D1 ou DU.

Já entre os fabricantes, dos 7,15 milhões de paranaenses que já iniciaram a imunização, 48% receberam doses da Covishield (AstraZeneca/Fiocruz/Oxford), 24,4% da Cominarty (Pfizer/BioNTech), 23,2% da Coronavac (Instituto Butantan/Sinova) e 4,4% da Janssen (Johnson & Johnson), a única vacina de dose única contra Covid-19 aplicada no Brasil.

MUNICÍPIOS – Em números absolutos, os municípios que mais aplicaram primeiras doses e doses únicas na população são Curitiba (1.607.842), seguida por Londrina (444.646); Maringá (411.185); Cascavel (258.356); Ponta Grossa (238.385); São José dos Pinhais (220.408); Foz do Iguaçu (217.851); Colombo (168.582); Paranaguá (141.644) e Guarapuava (118.159).

Proporcionalmente à população, segundo o Ranking da Vacinação gerido pela Sesa, os municípios que mais vacinaram com D1 são Floresta (88,16%), Pontal do Paraná (88,1%), Matinhos (82,98%), Arapongas (82,82%) e Nova Santa Bárbara (81,88%). Já com dose única, são destaque Porto Vitória (9,5%), Siqueira Campos (9,45%), Itaperuçu (8,59%), Sertanópolis (8,41%) e Imbaú (7,43%).

Na segunda dose, os municípios mais avançados são Kaloré (39,77%), Pontal do Paraná (39,02%), Bom Jesus do Sul (38,62%), São Manoel do Paraná (38,32%) e Esperança Nova (38,27%).

TAXA DE TRANSMISSÃO – Além do avanço na proteção contra o vírus pela vacinação, o Paraná também apresenta queda na taxa de transmissão (Rt), índice que aponta a velocidade da contaminação pelo vírus em uma determinada região.

O Rt indica quando o contágio pelo vírus está acelerado (maior que 1), estável (igual a 1) ou em remissão (menor que 1) – único cenário que aponta uma melhora na situação epidêmica. Quanto mais próximo de zero, menores as chances de contágio.

Segundo o Sistema Loft, o Estado está em remissão do vírus há 50 dias, desde 1º de julho. Atualmente, o número está em 0,87, o que significa que 100 pessoas contaminadas passam o vírus para outras 87. O Paraná é um dos 25 Estados com Rt abaixo de zero.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do MARECHAL AGORA.com.br pelo WhatsApp (45) 98842-8989.

Por AEN.

Continue lendo

Coronavirus

325.660 doses chegam ao Paraná e permitem avançar na imunização do público com mais de 18 anos

Lote enviado pelo Ministério da Saúde foi dividido em duas partes, com 138.060 imunizantes produzidos pela Pfizer e 187.600 doses da CoronaVac. A distribuição para as 22 regionais de saúde estadual começa nesta sexta-feira (20).

Publicado

em

Foto: Américo Antonio/SESA

O Paraná recebeu nesta sexta-feira (20) mais 325.660 doses de vacinas contra a Covid-19. O lote enviado pelo Ministério da Saúde foi dividido em duas remessas, com 138.060 imunizantes produzidos pela Pfizer e 187.600 doses da CoronaVac. A distribuição para as 22 regionais que formam o sistema de saúde estadual começa já nesta sexta.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Os medicamentos vão permitir ao Estado avançar na vacinação de adultos com mais de 18 anos, já que todas as vacinas da Pfizer são destinadas para primeira dose (D1) e as da CoronaVac divididas igualitariamente entre primeira e segunda dose (D2), além da reserva técnica estipulada pelo Plano Nacional de Imunização (PNI). As doses estão no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), em Curitiba, para averiguação, controle e divisão, antes do início da distribuição para os municípios.

Após alcançar 80,6% dos adultos imunizados com D1 ou dose única (DU), na terça-feira (17) , com duas semanas de antecedência, o Governo do Estado tem por meta completar 100% deste público até o fim de setembro.

Segundo os dados do Vacinômetro Nacional, o Paraná aplicou 9.676.145 vacinas contra a Covid-19, sendo 6.836.083 primeiras doses e 2.840.062 segundas doses ou doses únicas. Ainda segundo a ferramenta, 7.149.762 pessoas – ou 82% da população adulta do Estado – receberam a primeira dose ou dose única.

Por AEN.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do MARECHAL AGORA.com.br pelo WhatsApp (45) 98842-8989.

Continue lendo

Coronavirus

Novo lote com 311.780 imunizantes contra a Covid-19 chega ao Paraná na segunda-feira(16)

Segundo o Ministério da Saúde, as Comirnaty vão chegar ao Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, às 8h25 (voo LA-4787), e as AstraZeneca têm previsão de pouso às 20h05 (AD-4078).

Publicado

em

Foto: Américo Antonio/SESA

Os 311.780 novos imunizantes destinados ao Paraná já têm data para chegar: segunda-feira (16). São 184.250 vacinas da AstraZeneca/Fiocruz para D2, para pessoas imunizadas no primeiro semestre, e 127.530 da Comirnaty (Pfizer/BioNTech), divididas em 77.220 D2 e 50.310 D1.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Segundo o Ministério da Saúde, as vacinas Comirnaty vão chegar ao Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, às 8h25 (voo LA-4787), e as AstraZeneca têm previsão de pouso às 20h05 (AD-4078).

Cerca de 16% desse lote dará continuidade ao calendário por idade e 84% será destinado a fechar o ciclo de imunização, etapa fundamental da campanha de vacinação.

Esse será o primeiro lote desta semana. Na semana passada, quatro foram enviados ao Estado, sendo o último neste sábado. As três remessas anteriores já foram enviadas aos municípios, a última também no sábado.

Segundo os dados do Vacinômetro Nacional, o Paraná já aplicou 9.277.504 vacinas contra a Covid-19, sendo 6.570.213 primeiras doses e 2.707.291 segundas doses ou doses únicas.

Por AEN.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do MARECHAL AGORA.com.br pelo WhatsApp (45) 98842-8989.

Continue lendo

Campanha

VACINAÇÃO- chegou a vez das pessoas com 24 anos ou mais em Marechal nesta segunda-feira(16)

Não esqueça de levar seus documentos pessoais e cartão do sus (se tiver).

Publicado

em

A Secretaria de Saúde rondonense dará continuidade nesta segunda-feira, 16, ao cronograma de vacinação após novo envio de doses feito pela 20ª Regional de Saúde de Toledo.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Você rondonense que tem 24 anos ou mais, chegou a sua vez de se imunizar contra a Covid-19. A imunização acontecerá das 16h às 20h, na estação rodoviária e no parque de exposições. As doses são limitadas.

No mesmo local e horário, também serão ofertadas doses para pessoas com comorbidades ou deficiência permanente com 18 anos ou mais.

A vacinação será no sistema “drive thru” e as senhas serão entregues a partir das 16h, seguindo a fila dos veículos.

Na estação rodoviária, a entrada será pela rua Goiás e a saída pela rua Minas Gerais. No parque de exposições, entrada pelo acesso próximo ao Café Colonial.

Para receber a vacina, é necessário portar documentos pessoais, cartão SUS e carteira de vacinação (se tiver). No caso de pessoas com comorbidade ou deficiência, também deverão apresentar uma declaração médica atestando tal condição.

Gestantes que estejam na faixa etária e procurarem o pronto de vacinação, também deverão apresentar declaração médica para receber a sua dose.

SEGUNDA DOSE

Também na segunda-feira, dia 16, será ofertada a segunda dose da vacina Astrazeneca, para quem foi imunizado com a primeira dose em um intervalo superior a 90 dias. O atendimento será das 8h às 13h, no parque de exposições.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do MARECHAL AGORA.com.br pelo WhatsApp (45) 98842-8989.

Continue lendo

Campanha

Nesta sexta-feira(13) serão vacinadas pessoas de 25 anos ou mais e reforço da astrazeneca em Marechal

Para receber a vacina, é necessário portar documentos pessoais, cartão SUS e carteira de vacinação (se tiver).

Publicado

em

Você rondonense que tem 25 anos ou mais, chegou a sua vez de se imunizar contra a Covid-19. Será nesta sexta-feira, dia 13, das 16h às 20h, na estação rodoviária e no parque de exposições. Vale lembrar que para este dia as doses serão limitadas.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

No mesmo local e horário, também serão ofertadas doses para pessoas com comorbidades ou deficiência permanente com 18 anos ou mais. A vacinação será no sistema “drive thru” e as senhas serão entregues a partir das 16h, seguindo a fila dos veículos.

Na estação rodoviária, a entrada será pela rua Goiás e a saída pela rua Minas Gerais. No parque de exposições, entrada pelo acesso próximo ao Café Colonial. Para receber a vacina, é necessário portar documentos pessoais, cartão SUS e carteira de vacinação (se tiver).

No caso de pessoas com comorbidade ou deficiência, também deverão apresentar uma declaração médica atestando tal condição. Gestantes que estejam na faixa etária e procurarem o pronto de vacinação, também deverão apresentar declaração médica para receber a sua dose.

SEGUNDA DOSE

Também nesta sexta-feira, dia 13, será ofertada a segunda dose da vacina Astrazeneca, para quem foi imunizado com a primeira dose em um intervalo superior a 90 dias. O atendimento será das 8h às 13h, no parque de exposições.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do MARECHAL AGORA.com.br pelo WhatsApp (45) 98842-8989.

Continue lendo

Paulinho Lava Car

Previsão do tempo

Facebook

Termos de uso e responsabilidade

É proibido a reprodução de todo ou qualquer parte deste site sem autorização prévia, como determina a lei nº 9.610 de 19 de fevereiro/98.
Todo conteúdo aqui exposto, visa a informação, a imparcialidade e a transparência.