Contato: (45) 99901-7480

Covid-19

Estudo prevê que vacinação contra a Covid-19 só será concluída em julho de 2022 no Paraná

A previsão é atualizada de acordo com a chegada de novas vacinas, o aumento ou a diminuição do ritmo de vacinação e outros critérios que impactam na aplicação do imunizante.

Publicado

em

Um estudo desenvolvido por pesquisadores de grandes universidades brasileiras do projeto ModCovid19 criou um modelo matemático que fornece previsões de quando a vacinação contra a Covid-19 será concluída em cada município brasileiro.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

O sistema utiliza os dados disponibilizados pelo Governo Federal para obter o ritmo da vacinação em cada cidade e, com isso, projetar quando toda a população já terá recebido todas as doses necessárias do imunizante. Nos cálculos, é considerado o ritmo de vacinação dos últimos 30 dias para projetar quando a vacinação será finalizada no Brasil.

A previsão é atualizada de acordo com a chegada de novas vacinas, o aumento ou a diminuição do ritmo de vacinação e outros critérios que impactam na aplicação do imunizante. Segundo a plataforma, com o ritmo atual de vacinação, com média diária de vacinação de 23.365,83 doses por dia, todos os paranaenses estarão vacinados daqui a 415 dias, ou seja em 7 de julho de 2022.

Em Curitiba, toda a população estará imunizada contra a Covid-19 daqui a 374 dias, em 27 de maio de 2022, com o atual ritmo diário de 3.888,03 pessoas vacinadas. Apesar de desanimadora, as duas previsões são bem melhores que a do Brasil que, segundo dados desta terça (18), só deve ter imunizado toda a população em 25 de dezembro de 2022.

De acordo com a plataforma, o Paraná já vacinou 2.845.593 paranaenses, sendo 1.863.247 com a primeira dose e 982.343 com a segunda dose. Em Curitiba, foram 579.395 vacinados, sendo 382.949 com a primeira dose e 196.446 com a segunda dose. 

O Painel de Vacinação da Covid-19 é aberto e está disponível para toda a população AQUI.  Dentro da plataforma, o usuário só precisa selecionar o estado e a cidade desejados e verá, além da projeção para o fim da vacinação, detalhes sobre doses aplicadas por dia, doses aplicadas com atraso, demanda diária por vacinas, vacinação precoce, abandono da vacinação e muito mais. 

Outra grande preocupação dos pesquisadores para apresentar todas essas informações foi remover inconsistências nos dados oficiais. “Na base fornecida pelo Governo, existem milhões de dados com problemas.

Há dados de vacinados que teriam nascido no século XIX, recebido a segunda dose em uma data anterior à primeira, recebido mais de uma dose no mesmo dia, recebido apenas a segunda dose, recebido vacinas diferentes e recebido a vacina antes de 2021”, explica o professor Krerley Oliveira, coordenador do Laboratório de Estatística e Ciência dos Dados da UFAL.

“Nós fazemos a limpeza desses dados, fazendo com que as informações que mostramos tenham menos erros e sejam mais próximas da realidade do que as disponibilizadas oficialmente”, resume.

O Governo Federal disponibiliza os dados separados por estado. O estudo se debruçou sobre todos eles e, a partir do arquivo relativo a cada unidade da federação, indicou as inconsistências existentes em cada um. Os detalhes dessas anomalias também estão publicados na plataforma.

Com os dados mais limpos e apresentados de forma didática, o pesquisador acredita que estados e municípios podem utilizá-los para combater a pandemia de forma mais adequada. “Os dados disponibilizados na plataforma podem ser utilizados para a tomada de decisão em políticas públicas.

Imagine que o governo de uma determinada cidade perceba que muitas pessoas não tomaram a segunda dose, por exemplo. Com essa informação em mãos, é possível realizar campanhas de conscientização. A ferramenta pode ser importante também para moradores de cidades pequenas, por exemplo, que não têm muitas informações sobre a vacinação”, complementa.

O projeto faz parte do grupo ModCovid19, formado por pesquisadores de todo o Brasil que desenvolvem diversas pesquisas a respeito da pandemia. “Nós começamos os trabalhos com o Instituto Serrapilheira e quem deu a estrutura foi o CeMEAI. Atualmente, esse é um projeto do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI), explica Tiago Pereira, professor da USP e um dos coordenadores do grupo. A plataforma foi desenvolvida pelo do Laboratório de Estatística e Ciência dos Dados da UFAL.

Sobre o CeMEAI
O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP.
O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional.
Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

Fonte: Bem Paraná

Covid-19

Idoso de 77 morre em decorrência da Covid em Marechal Rondon

Publicado

em

Óbito nº 157: Sexo masculino, 77 anos. O início dos sintomas se deu em 01/06, com diarreia, alteração de paladar e febre.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Buscou atendimento hospitalar em Curitiba na data de 11/06, onde permaneceu internado. Em 15/06 foi transferido para a UTI e evoluiu para ventilação mecânica em 16/06. O óbito foi registrado no dia 08/07. Era paciente com neoplasia. O óbito foi divulgado somente hoje, após retroalimentação do Sistema de Informação sobre Mortalidade do Estado, quando se verificou como causa da morte: Covid-19. Sendo assim, foi inserido de forma retroativa nos dados municipais.

Continue lendo

Covid-19

Adolescentes recebem a segunda dose contra a Covid nesta quarta-feira

O alerta da pasta vai para os adolescentes de 12 a 17 anos que receberam a primeira dose da marca Pfizer em um intervalor superior a 56 dias. Este público-alvo deve se dirigir até o café colonial, das 16h às 20h, para receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

Publicado

em

Vacinação está programada das 16h às 20h, na estação rodoviária e no café colonial. A primeira dose será disponibilizada somente no café colonial, também à tarde.

GOSTARIA DE PARTICIPAR DO NOSSO GRUPO? É SÓ CLICAR AQUI!

A Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon divulga o cronograma de vacinação contra a Covid-19 estabelecido para esta quarta-feira (24). No total, serão disponibilizadas 770 doses da vacina, tanto para primeira quanto para segunda aplicação.

O alerta da pasta vai para os adolescentes de 12 a 17 anos que receberam a primeira dose da marca Pfizer em um intervalor superior a 56 dias. Este público-alvo deve se dirigir até o café colonial, das 16h às 20h, para receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19.

Serão disponibilizadas 400 doses.18 anos ou mais. Por sua vez, os rondonenses com 18 anos ou mais novamente têm a oportunidade de receber a primeira dose contra a Covid-19. Também será ofertada a segunda dose da marca Coronavac, para quem recebeu a primeira há 25 dias ou mais.

Haverá 170 doses de primeira aplicação e 200 doses de segunda aplicação. O local escolhido é a estação rodoviária, das 16h às 20h.DocumentosTodos precisam apresentar documentos pessoais, cartão SUS e carteira de vacinação (se tiver). Gestantes, puérperas, pessoas com comorbidade e/ou deficiência, devem portar um documento atestando tal condição.

A Secretaria de Saúde reforça que os adolescentes de 12 a 17 anos devem buscar a segunda dose da vacina acompanhados dos pais ou dos responsáveis legais, portando também um documento com foto.

Continue lendo

Covid-19

Saúde divulga amplo roteiro de vacinação contra a Covid para quarta-feira

Haverá aplicação de primeira, segunda e terceira doses, desde que sejam respeitados os períodos mínimos entre cada uma das doses

Publicado

em

Haverá aplicação de primeira, segunda e terceira doses, desde que sejam respeitados os períodos mínimos entre cada uma das doses

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

A Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon divulga um amplo roteiro de vacinação contra a Covid-19 programado para esta quarta-feira (10).

O cronograma está voltado para diferentes públicos, todavia a aplicação da vacina ocorre apenas das 16h às 20h.Mais uma vez, será disponibilizada a terceira dose da vacina para profissionais de saúde, que foram vacinados com a segunda em um intervalo superior a seis meses. Serão ofertadas 420 doses, no ponto da estação rodoviária.

Já no café colonial será ofertada a primeira dose da vacina para rondonenses com 18 anos ou mais, além de gestantes, puérperas, pessoas com comorbidade e/ou deficiência permanente. Haverá ainda a segunda dose de Coronavac, para quem recebeu a primeira em um intervalo superior a 25 dias. Para cada público, serão ofertadas 200 doses.

Todos precisam apresentar documentos pessoais, cartão SUS e carteira de vacinação (se tiver). Gestantes, puérperas, pessoas com comorbidade e/ou deficiência, devem portar um documento atestando tal condição.

O rondonense que se dirigir ao café colonial, pode deixar o veículo estacionado nas redondezas e caminhar até o local.

Continue lendo

Covid-19

Idosos estão recebendo a terceira dose contra a Covid hoje

Serão ofertadas a segunda dose da marca Astrazeneca/Recombinante, e a terceira dose para pessoas com 60 anos ou mais, além de imunossuprimidos.

Publicado

em

A Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon esta dando sequência nesta terça-feira (09), ao cronograma de vacinação contra a Covid-19.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Serão ofertadas a segunda dose da marca Astrazeneca/Recombinante, e a terceira dose para pessoas com 60 anos ou mais, além de imunossuprimidos.

No café colonial, anexo ao parque de exposições, será aplicada a terceira dose nos idosos com 60 anos ou mais, desde que tenham recebido a segunda dose da vacina em um intervalo mínimo de seis meses.

Haverá também a terceira dose para imunossuprimidos que completaram o esquema vacinal há pelo menos 28 dias.

Todos devem estar munidos de documentos pessoais e da carteira de vacinação para comprovar as duas primeiras doses. Os imunossuprimidos precisam portar declaração médica.

Segunda dose

A aplicação da segunda dose da vacina da marca Astrazeneca/Recombinante estará disponível na estação rodoviária. O público-alvo é composto por cidadãos vacinados com a primeira dose em um intervalo de 56 dias ou mais.

Vale ressaltar que a vacinação será no horário das 16h às 20h, com 400 doses em cada um dos locais.

Fonte: Assessoria

Continue lendo

Boletim diário

Mais um óbito por Covid-19 é confirmado em Marechal

Ao todo o município soma nesta segunda-feira(08), 156 óbitos pelo vírus.

Publicado

em

Foto: Divulgação

Ao todo o município soma nesta segunda-feira(08), 156 óbitos pelo vírus.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Trata-se de um paciente do sexo masculino, com idade de 76 anos. Teve o início dos sintomas no dia 03 de novembro, sendo esses hipossaturação, febre, náusea, fraqueza, dor torácica, diarreia, dor muscular, calafrios e dificuldade respiratória.

Foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no dia 06/11, sendo coletado o exame no dia seguinte(07) e positivado para Covid-19. Sendo o paciente transferido para tratamento a um hospital em Palotina, onde veio a falecer no dia 08/11.

O idoso tinha como comorbidades: Neoplasia, doença pulmonar, insuficiência cardíaca e hipertensão.

Marechal Rondon possui 34 casos ativos de acordo com o boletim diário, onde 32 pessoas encontram-se em isolamento domiciliar, 1 pessoa está internada na UTI e outra internada na UPA/hospitais/enfermaria.

Continue lendo

Coronavirus

Rondonenses de 13 a 17 anos recebem neste sábado a primeira dose contra a Covid

Quem tiver alguma comorbidade, deficiência permanente, gestante ou puérpera, deverá apresentar também uma declaração médica atestando tal condição.

Publicado

em

Também haverá aplicação da terceira dose nos idosos com 60 anos ou mais vacinados com a segunda dose em um intervalo superior a seis meses.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

A Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon divulga o cronograma de vacinação contra a Covid-19 elaborado para públicos distintos, estabelecido para este sábado (30).

Adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidade e/ou deficiência permanente, gestantes e puérperas da mesma faixa etária, bem como adolescentes de 13 a 17 anos sem comorbidade ou deficiência recebem a primeira dose da vacina.

Está definido que a aplicação da primeira dose ocorrerá das 8h às 13h, no café colonial. Serão disponibilizadas 400 doses. Por serem menores de idade, os interessados devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis legais.

Será preenchido e assinado um termo de consentimento. Na impossibilidade dos pais ou responsáveis acompanharem o menor, o documento poderá ser retirado no Setor de Epidemiologia, assinado e ter firma reconhecida em cartório.

Para ser imunizado, cada adolescente deverá portar documentos pessoais, cartão SUS e carteira de vacinação (se tiver). Quem tiver alguma comorbidade, deficiência permanente, gestante ou puérpera, deverá apresentar também uma declaração médica atestando tal condição.

Terceira dose

No mesmo horário, das 8h às 13h, porém, na estação rodoviária, haverá aplicação da terceira dose para idosos com 60 anos ou mais, que receberam a segunda dose em um intervalo superior a seis meses. Estarão disponíveis 400 doses. Todos devem estar munidos de documentos pessoais, e da carteira de vacinação para comprovar as duas primeiras doses.

Continue lendo

Covid-19

Mais uma pessoa perde a vida para Covid-19 em Marechal Rondon

Publicado

em

ÓBITO 155:

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Sexo masculino, 55 anos. Início dos sintomas no dia 13/09 com febre, dor de garganta, fraqueza, tosse, dor muscular e dificuldade ao respirar.

Dirigiu-se à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em 20/09. A coleta do exame RT-PCR ocorreu no dia 21/09, confirmando se tratar de Covid-19 em 22/09.

O paciente foi transferido nesta mesma data para atendimento hospitalar em Missal, onde faleceu no dia 24/10. Comorbidade: hipertensão.

Confira o Boletim:

Continue lendo

Covid-19

Mais uma pessoa perde a vida para Covid-19 em Marechal Rondon

Publicado

em

ÓBITO 154:

A vítima desta vez foi um rondonense de 76 anos. Ele teve início dos sintomas no dia 22/09 com tosse, falta de ar, dor muscular e hipossaturação.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Ele compareceu a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em 29/09, onde foi realizado o teste antígeno com resultado positivo para Covid-19. No mesmo dia houve coleta do RT-PCR, com o resultado confirmado em 04/10.

O paciente foi transferido ao Hospital Moacir Micheletto, em Assis Chateaubriand, no dia 30/09, onde recebeu alta em 06/10.

No dia 09/10 o idoso retornou à UPA, em Marechal Rondon, tendo permanecido internado até 22/10.

Neste dia foi transferido para atendimento hospitalar, onde infelizmente veio a óbito em 25/10. Comorbidades: Hipertensão e sequela de AVC.

Confira o Boletim completo

Continue lendo

Covid-19

Mais uma pessoa sem qualquer tipo de doença morre vítima da Covid-19 em Marechal

Como em outros vários casos, a vítima não tinha histórico de doença.

Publicado

em

Desta vez a vítima da Covid 19 foi um senhor de 72 anos. Ele teve início dos sintomas no dia 14 de agosto, com tosse, coriza, falta de ar e fadiga.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

Foi coletado o material para exame RT-PCR no dia 24 de agosto e o resultado confirmou ser Covid-19 no dia 26 do mesmo mês.

Ele procurou atendimento no Hospital Rondon no dia 24 de agosto e infelizmente veio a óbito no dia 13 de outubro.

Como em outros vários casos, a vítima não tinha histórico de doença.

Esse foi o óbito de número 151.

Continue lendo

Covid-19

Terceira dose(reforço) contra a Covid é ofertada nesta quinta-feira em Marechal Rondon

A dose será disponibilizada para idosos com 70 anos ou mais, desde que tenham recebido a segunda dose em um intervalo igual ou superior a 6 meses

Publicado

em

VACINA

A terceira dose da vacina contra a Covid-19 será aplicada novamente nesta quinta-feira (7), conforme informação da Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon.

Gostaria de participar do nosso GRUPO DE WHATSAPP? É só clicar aqui

A dose será disponibilizada para idosos com 70 anos ou mais, desde que tenham recebido a segunda dose em um intervalo igual ou superior a 6 meses, e imunossuprimidos, de todas as idades, desde que obedeçam ao intervalo de 28 dias após a segunda dose.

O atendimento será das 8h às 13h, na estação rodoviária, apenas no formato “drive thru”.

Para ser imunizado, os idosos deverão apresentar documentos pessoais, cartão SUS e comprovante de vacina (se tiver). Os imunossuprimidos precisam apresentardocumentos pessoais, cartão SUS e comprovante de vacina, além da declaração médica.

Marca

A terceira dose deve ser da mesma marca das duas primeiras?Não. Inclusive, estudosindicam que imunizantes distintos ensinam o sistema imunológico a se defender de maneiras diferentes contra a Covid-19, o que fortalece as defesas. Por isso, preferencialmente faz mais sentido que seja uma vacina de marca diferente da que a pessoa já tenha tomado. A intenção é tentar aumentar o alcance da eficácia da vacina e da proteção.

Imunossuprimidos

Este grupo é composto por pessoas com imunodeficiência grave, que estão em tratamento com quimioterapia para câncer, que realizaram transplantes de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) uso de drogas imunossupressoras, pessoas com HIV, que usam corticoides em doses maiores que 20 mg/dia de prednisona ou equivalente por mais de 14 dias; que usam drogas modificadoras de resposta imune (metotrexato, leflunomida, micofenolato de mofetila, azatiprina, ciclofosfamida, tacrolimus, 6-mercaptopurina, biológicos em geral como: infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tociluzimabe, canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, secukinumabe e ustekinumabe), que possuem doenças autoinflamatórias e intestinais inflamatórias, pacientes em hemodiálise e pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

Segunda dose

Também na quinta-feira, será disponibilizada a segunda dose da marca Pfizer, para quem foi imunizado com a primeira dose em um intervalo superior a 56 dias. Serão ofertadas 400 doses em cada um dos seguintes pontos: café colonial (para pessoas a pé), e na estação rodoviária (para pessoas com veículo, no formato “drive thru”). O atendimento será das 16h às 20h.

Continue lendo

Paulinho Lava Car

Previsão do tempo

Facebook

Termos de uso e responsabilidade

É proibido a reprodução de todo ou qualquer parte deste site sem autorização prévia, como determina a lei nº 9.610 de 19 de fevereiro/98.
Todo conteúdo aqui exposto, visa a informação, a imparcialidade e a transparência.